Contato por email

Texto sobre os elevadores DWA

Para fazer o download do Adobe Acrobat Reader clique aqui

VEJA NO LINK LOGO ACIMA UM TEXTO BEM ESCLARECEDOR SOBRE NOSSOS ELEVADORES

Veja um vídeo mostrando o funcionamento do nosso elevador

Clique aqui para ver depoimentos de nossos clientes.

ACESSIBILIDADE

 Quer ver a norma NBR9050 REVISADA ?

 

CADA FIGURA LEVA A UM LINK PRÓPRIO ONDE VOCÊ PODERÁ VER DETALHES DO PRODUTO FABRICADO PELA DWA

 

 

     

Como funciona um portão basculante?

O portão basculante funciona assim...

O portão basculante funciona levantando a sua folha fixa por meio de guias laterais e contrapesos movidos por um sistema de cabos de aço e polias. Ao se levantar, a folha do portão fica um pouco para dentro e um pouco para fora da garagem, não tomando espaço do veículo lá dentro porque ela avança por cima do carro e não por baixo. Sendo bem feito e balanceado  o portão basculante é um dispositivo muito resistente pois ele é erguido por dois contrapesos, (ou um contrapeso em casos especiais, onde não há lugar para o outro contrapeso)  um de cada lado do portão, nas colunas laterais. Sendo erguido pelos contrapesos, o portão sobe muito aprumado e sem vibração.

Uma grande vantagem dos portões fabricados pela DWA é que nossos portões basculantes dispõem de uma BARRA DE TORÇÃO

Mas, para que serve uma barra de torção?

Inicialmente, para garantir sua segurança. A barra de torção é um elemento estrutural, com rolamentos nos extremos e em casos de portões muito largos, com rolamento no centro, para apoio. Quando o portão sobe, puxado pelos cabos de aço, a barra de torção funciona como elemento balanceador do movimento. Cada centímetro elevado de um lado do portão corresponde à mesma elevação do lado oposto, de tal modo que o portão sobe POR IGUAL. Nunca sobe torcido e nem com esforços que venham comprometer sua vida útil. As extremidades da barra de torção são soldadas às barras de força, que mantém o portão nivelado e efetivamente guiam o portão na sua ascenção. Este conjunto, (barra de torção e duas barras de força) efetivamente mantém seu portão equilibrado e sem esforços adicionais nos eixos (horizontal e vertical) do seu portão basculante. A madeira ou outro qualquer revestimento não será sacrificada e como resultado seu portão dura mais.

Estas são as 2 barras de força que sustentam o portão junto com o contrapeso

 

  

Mas, não é só isso.

Muito mais importante que manter o portão alinhado é a segurança adicional que a barra de torção dá a você, usuário do nosso basculante. Imagine o caso extremo de se   partir um dos cabos de aço...

Não havendo a barra de torção, o portão cai do lado que o contrapeso não puxa mais. Mas, o nosso portão não cai quando um dos cabos de aço se rompe. Por causa da barra de torção, o lado que ficou suportado pelo cabo de aço perfeito transmite sua força de sustentação para o outro lado do portão, onde ocorreu a ruptura do cabo de aço, já que a barra de torção é o elemento que une os dois lados, transmitindo o movimento e a sustentação de um lado para outro. Resultado, mais segurança para você. No total, nossos portões são suportados por 5 (cinco) apoios, quais sejam:

1)cabo de aço esquerdo - 2) cabo de aço direito - 3) barra de força direita - 4) barra de força esquerda - 5) braço do motor.

Estas sustentações estão todas interligadas, uma ajudando a outra em caso de falha.

É ou não é uma garantia adicional que deve ser considerada ?

 

 

Veja a barra de torção que dá segurança e sustenta o portão por igual

Veja como é nosso portão basculante por trás. Olhe a barra de torção que dá segurança  redobrada

 

Assim é feito o portão automático na DWA. Automatizado, seu funcionamento é bem suave pois o motor só faz a força necessária ao movimento já que o peso do portão é compensado pelos contrapesos laterais. Sem automatização o portão basculante sobe levantado suavemente pelo esforço humano no puchador inferior. É muito mais fácil abrir o portão basculante pela frente do mesmo, fora da garagem, pois na parte de fora da folha o esforço é de puxar o portão para cima. De dentro da garagem o esforço é de empurrar o portão para fora, o que é algo desconfortável, apesar de não ser difícil e nem pesado.

Uma observação importante é que o portão basculante ao abrir, o faz por cima do carro na garagem. Isto é bom pois não toma espaço útil da garagem e o carro pode ser guardado quase encostado ao portão basculante. Veja o esquema de abertura na animação acima.

 

 

 

Os portões basculantes da DWA são feitos para vãos de 2,4m até 6,00m

 

É nos grandes vãos que reside a maior vantagem destes portões. Os deslizantes seriam muito pesados para o deslocamento em grandes vãos e os pivotantes não podem ser utilizados para os grandes vãos devido à pressão do vento que imprime uma força enorme nos braços dos motores, danificando-os.

Os portões basculantes economizam espaço também pois ao se elevarem sobre o veículo na garagem,  permite que uma garagem  curta acomode perfeitamente o automóvel.

Por serem feitos para subir, necessitam ser muito resistentes. Sua estrutura é toda de ferro. O quadro é feito de tubos quadrados com chapa 1/8 ", de forma a permitir que subam sem flexionar. Quando o portão sobe flexionando o quadro, normalmente causa desgaste nas guias e rolamentos e dura pouco tempo.

O revestimento pode ser de madeira, chapa de ferro, lambris de alumínio, fibra de vidro etc. A escolha depende do orçamento e do local onde o portão vai trabalhar.

 

 

Em vãos com muita altura, acima de 2,50m, pode-se usar portões basculantes bi-partidos, que ao subirem dobram-se sobre si mesmos. Em vãos grandes, podem ser usados 2 motores, que auxiliam o portão a subir.

Nossos portões dobram-se ante a magestade e altura dos vãos...

portão basculante bi-partido

 

 

portão bi-partido em lambris pretos de alumínio anodizado

O portão bi-partido tem a vantagem de ser mais alto que o normal

 

basculante bipartido em lambris pretos anodizados

Vista do interior do prédio do portão bi-partido fechado

 

Veja como o portão bi-partido abre num vão mais alto...

portão bi-partido em processo de abertura

 

Olhe como é o portão bipartido por dentro. O motor no alto economiza espaço na lateral

Portão bi-partido aberto, visto de dentro do prédio

 

basculante bi-partido aberto, visto de fora

Portão bi-partido fechado, visto da rua

 

Veja o diagrama esquemático animado de um portão basculante bipartido para vãos elevados

funcionamento esquemático de um basculante bi-partido, para vãos elevados

 

Empregamos o basculante bi-partido quando o vão de entrada de veículos é acima de 2,30m, podendo chegar até 5 ou 6 metros de altura. Neste caso, podemos reduzir o vão para uma altura útil de 3,30m que permite a entrada até de caminhões. Caso o vão seja mais elevado que 3,30m podemos fazer uma blindagem fixa (tipo bandeira) de 2m ou mais, acima dos 3,30m utilizados pelo portão. O portão ficará então com 3,30m de altura útil pela largura total do vão que poderá ser de 2,5m até 6m. Em caso de vãos muito largos, são utilizados 2 motores para abertura do portão. Este tipo de portão tem a vantagem de abrir e fechar mais rapidamente que o portão basculante convencional. Seu equilíbrio é também facilitado pela distribuição do esforço para seu levantamento nas duas partes em que ele se divide, sendo a parte interna de tamanho dobrado da parte externa. De maneira nenhuma o portão será mais leve que o convencional, mas pela sua engenharia, o seu peso fica mais distribuído facilitando o trabalho do contrapeso. É como se levantássemos um objeto irregular pela sua extremidade ou segurando-o pelo seu centro de massa. Fica muito mais cômodo levantar o objeto irregular segurando-o num ponto que se encontre na vertical traçada a partir do seu centro de massa. O peso é o mesmo, mas o esforço é muito mais aproveitado. Sugerimos para este tipo de portão, quadro de ferro com revestimento de alumínio preto fosco, anodizado. Fica uma beleza e é muito resistente já que seu quadro é feito dentrio dos padrões de qualidade da DWA.

 

Muitas vezes a largura da garagem é tão estreita, (normalmente 2,50m ou menos), que não dispomos de espaço para instalação das caixas de contrapeso. (2 caixas, sendo uma de cada lado). Então, a solução mais adequada é usarmos uma só caixa de contrapeso no centro da garagem ou no fundo da garagem. Neste caso cabos de aço são lançados pela laje desde cada lateral do portão até a caixa de contrapeso. Fazendo assim, aproveitamos todo o espaço útil do vão para a entrada dos veículos, deixando a caixa de contrapeso no fundo ou na lateral posterior da garagem. Pintando esta caixa com a mesma cor da parede da garagem, podemos suavizar a sua presença que se tornou necessária em face do espaço que foi ganho. Veja na foto abaixo como fica esta montagem:

 

Como foi resolvido o problema da pouca largura da garagem, utilizando-se a caixa de contrapeso na lateral esquerda, ao fundo...

portão basculante industrial mostrando o contrapeso afastado do vão.

 


Veja exemplos de mais  portões basculantes:

Estrutura de ferro revestida de madeira de lei encaixada e trabalhada

Este portão está instalado em Campos-(RJ) no Jardim Flamboyant. Funciona com apenas 1 motor tipo basculante vertical, e seu sistema de elevação é por fuso. O revestimento é com tábuas de cedro, aparelhadas e preparadas especialmente para ele.

basculante quadro de ferro parcialmente revestido de madeira

basculante revestido com madeira em diagonal

Um novo modelo de portão basculante que tem tido ótima aceitação

Um portão basculante muito bonito. Estrutura de ferro com Angelim

portão automático basculante todo de ferro

basculante todo de ferro revestido de Ipê

basculante todo de ferro revestido de Ipê

basculante todo de ferro

Um portão basculante em barras chatas de ferro 1 1/4

Todos basculantes de ferro revestidos de madeira angelim

Belíssimo portão de ferro revestido de madeira de lei encaixada e trabalhada.

 

portão basculante de ferro revestido de madeira

basculante de ferro revestido de angelim

basulante de ferro revestido de madeira

basculante de ferro revestido de madeira

basculante de ferro e madeira, fechado

basculante de ferro revestido de madeira e chapa

 

 

Portão de ferro revestido de lambris de alumínio

 

basculante de ferro revestido de lambris de alumínio anodizado preto

O mesmo portão de cima, aberto

basculante com mais de 5m de largura, aberto

Um portão basculante de mais de 5m de largura

basculante com mais de 5m de largura, fechado

O mesmo portão de cima, fechado

basculante de ferro (tubos) revestido de madeira angelim

Um portão basculante, misto de madeira e ferro (tubos)

 

Se você pretende instalar um portão destes, mande-nos as medidas do vão, a altura desde o chão até a viga que fica sobre o portão (se existir) ou do chão até a laje. Veja se seu caso se enquadra em algum dos casos abaixo, normalmente encontrados nas construções. Caso se enquadre, cite o número do esquema que mais se adaptar ao seu caso. Preencha a tabela com as medidas solicitadas e mande-nos por E-Mail.

Daremos o orçamento imediatamente.

Estas são as opções de portão basculante

Os esquemas em azul mostram a planta baixa da garagem. O esquema A representa uma garagem, vista de cima, sendo que a parede do lado direito tem uma boneca de alvenaria e a parede esquerda é lisa, sem boneca. O esquema B mostra o contrário. A boneca está na parede esquerda e a direita é lisa (reta). No esquema C, ambas as paredes tem bonecas. No esquema D, ambas as paredes são lisas, isto é, sem bonecas de alvenaria. A largura da boneca é importante pois dá-nos a noção do espaço possível para esconder a caixa de contrapeso do portão basculante.

Os esquemas em vermelho representam um corte na garagem, mostrando a laje superior, o piso e o portão basculante aberto. Observe que no caso 1 a laje tem uma viga sobre o portão. No caso 2 a laje não tem viga. A altura desta viga é importante para definirmos o espaço para esconder a estrutura de ferro horizontal que suporta o portão basculante e a barra de torção.

Combine os tipos acima (Tipo 1=com viga,  Tipo 2= sem viga)  com os tipos A, B, C ou  D  que se diferenciam pela presença de boneca na parede do vão ou ausência delas.

Combinando, você terá os tipos de portão abaixo.

Veja como exemplo a opção 1 D 

Basculante - opção 1D

 


MUITO CUIDADO!

Um portão basculante é um equipamento pesado que pode colocar em risco sua vida ou a vida de sua família. Antes de pedir um orçamento de portões basculantes, veja se a empresa que você chamou merece sua total confiança. O seu critério de escolha determina o sucesso ou fracasso da segurança que você procura. Não contrate aventureiros que nunca sabem o que estão fazendo e não garantem que amanhã estarão ainda no mercado.  Chame a DWA, uma empresa que está há 26 anos trabalhando com engenharia no Brasil.

Todos os portões aqui representados foram projetados e fabricados pela DWA

 

 

 

 

 

Contato por email

Texto sobre os elevadores DWA

Para fazer o download do Adobe Acrobat Reader clique aqui

VEJA NO LINK LOGO ACIMA UM TEXTO BEM ESCLARECEDOR SOBRE NOSSOS ELEVADORES

Veja um vídeo mostrando o funcionamento do nosso elevador

Clique aqui para ver depoimentos de nossos clientes.

ACESSIBILIDADE

 Quer ver a norma NBR9050 REVISADA ?

 

CADA FIGURA LEVA A UM LINK PRÓPRIO ONDE VOCÊ PODERÁ VER DETALHES DO PRODUTO FABRICADO PELA DWA