DWA elevadores especiais

 

Contato por email

Texto sobre os elevadores DWA

Para fazer o download do Adobe Acrobat Reader clique aqui

VEJA NO LINK LOGO ACIMA UM TEXTO BEM ESCLARECEDOR SOBRE NOSSOS ELEVADORES

Veja um vídeo mostrando o funcionamento do nosso elevador

Clique aqui para ver depoimentos de nossos clientes.

ACESSIBILIDADE

 Quer ver a norma NBR9050 REVISADA ?

 

CADA FIGURA LEVA A UM LINK PRÓPRIO ONDE VOCÊ PODERÁ VER DETALHES DO PRODUTO FABRICADO PELA DWA

 

 

PLATAFORMAS PL4

Espaço mínimo requerido para a caixa de corrida: 1,10m x 1,30m

Espaço padrão requerido: 1,50m x 1,50m

Altura da coluna acima da última laje: 2,50m

Carga normal permitida : 210 kgf ou 3 passageiros.

Potência elétrica: 1,5 HP trifásico, 220V

Possibilidade de ligar em 220V monofásico.

Restate manual: incorporado no projeto.

Resgate automático: Opcional.

Medida normal da coluna: 92cm x 20cm x altura necessária

Medida normal da cabine

Desde 90x90cm até 1,40m x 1,10m

Peso do conjunto sem carga: Médio de 680kgf

Distribuição de carga na estrutura do prédio: Nas vigas sob a parede de sustentação da coluna e na laje do piso.

Regime de trabalho: Médio (normal)  e Pesado (opcional)

Utilização:

Apartamentos Duplex, Escolas, Espaços Públicos.

Elevação atingida: desde 0,30m até 9m

Número de paradas: de 2 a 4 paradas

Velocidade média: 5,5 m/min.

Acionamento: por botoeira de pressão constante.

NORMAS ATENDIDAS: NBR 9050 NBR 13994 IS0 9386

 

 

Plataforma PL4-SF

(SEMI-FECHADA)

Observe as laterais desta plataforma. São mais altas e permitem maior segurança.

Esta foto é da chegada da plataforma no piso superior.

 

 

Cabine estacionada no piso inferior

Vista frontal da cabine com as botoeiras de subir, descer e emergência

Cabine subindo tangenciando a coluna

Detalhe da cancelinha de proteção com o bloqueio de abertura

Coluna de tração. A segurança do seu elevador.

Ambiente luxuoso e a beleza da nossa plataforma combinando com a decoração.

 

Casa de máquinas e cabine nno piso superior.

Vista da cabine com a cancelinha levantada.

Seguranças na nossa plataforma PL4

1.      Tracionamento por correntes independentes. Não usamos cabos de aço para tracionar o elevador. O nosso equipamento é tracionado com correntes industriais com tensão de ruptura igual a 3.000kgf  por cada  corrente. São duas correntes independentes para tracionar o elevador.

2.      Além das correntes, utilizamos contrapesos que equilibram parte da carga total. Estes contrapesos são suspensos por 4 cabos de aço, que funcionam independentes entre si e independentes das correntes de tração da carga. Para terem uma idéia da segurança, imaginando que ambas as correntes se partam, deixando então cair a cabine, uma queda de 10m de altura corresponde a uma queda de 1,5m de altura, já que é atenuada pelos contrapesos.

3.      Nosso projeto, pensando em segurança, utiliza 4 suspensões de carga independentes, 2 por cada corrente e mais 2 suspensões extras, independentes entre si e independentes das outras 4 suspensões normais. Isto quer dizer que a probabilidade de se partir uma suspensão é minimizada pois a carga é distribuiída por 6 apoios independentes, além da ajuda extra dos 4 cabos de aço.

4.      Sistema motriz de tração por grupo moto-redutor com resgate manual incorporado. Isto que dizer que em caso de falta de energia o usuário pode ser resgatado, levado ao piso inferior por um ajudante que gire a manivela adaptada ao motor.

5.      Utilizamos 2 colunas guia para compensar os desalinhamentos. Isto quer dizer que o elevador sobe e desce perfeitamente alinhado, não saindo de seu curso vertical.

6.      Todos os seus rodízios utilizam rolamentos de esfera. Muito menos atrito e maior economia de energia.

7.      Por nosso sistema de tração otimizado, garantimos que em funcionamento normal num apartamento o consumo de energia fica muito abaixo do consumo mensal de um chuveiro elétrico.

8.      Botoeira de pressão constante. Isto além de estar dentro das normas técnicas contribui para eliminar riscos de acidentes pois o equipamento deixa de funcionar imediatamente quando se retira a pressão da botoeira.

9.      Botões independentes de subir e descer tanto na cabine quanto nas portas dos pavimentos.

10.  Botão de emergência na cabine para eventual necessidade ou imprevistos.

11.  Fins de curso normais, automáticos em cada andar para paradas com tolerância mínima de 15mm (1,5cm). Tanto no andar superior quanto no andar inferior são utilizados fins de curso duplos, para prevenir acidentes. No caso de um defeito em um deles o outro substituirá o seu trabalho e desligará de qualquer maneira o elevador.

12.  Fim curso limite superior e fim de curso limite inferior para emergências, caso falhe a atuação do fim de curso normal do piso superior ou fim de curso normal do piso inferior.

13.  Resgate automático em caso de falta de energia. O nosso elevador tem um sistema opcional de resgate automático. Isto significa que além do resgate manual, um resgate automático entra em cena tão logo aconteça uma falta de energia elétrica. Em caso de falta de energia, este detalhe passará despercebido ao usuário pois ele será levado ao piso inferior ou ao piso superior sem que tome conhecimento da falta de energia.

14.  Todos os comandos do elevador são feitos em corrente contínua de 12V. Isto significa que riscos de choque elétrico são minimizados porque pela coluna do elevador só temos baixas tensões,  (12V) que não causam nenhum mal ao usuário.

15.  Tapetes anti-derrapantes, cancelinhas de acesso, balaústre para segurança pessoal fazem do elevador um equipamento muito confiável.

16.  Opcionalmente desenvolvemos um sistema de partida suave e parada suave, minimizando o desconforto por acelerações bruscas.

17.  Portas com fechamento automático por molas. A porta fica normalmente fechada.

18.  Bloqueio contra abertura de portas. As portas dos andares dispõem de um bloqueio eletromecânico individual que mantém as portas fechadas em caso do elevador não estar estacionado no andar correspondente. Chegando o elevador ao andar a porta se abre, permitindo a entrada e a saída dos passageiros.

19.  Bloqueio elétrico de abertura de porta independente por andar. Isto significa que ao chegar o elevador no pavimento, a porta será aberta e nesse momento cessa a possibilidade do elevador funcionar inadvertidamente. O elevador não funciona se a porta estiver aberta.

20.  Bloqueio de abertura de tampa da casa de máquinas. Isto significa que ao abrir a tampa da casa de máquinas para utilização da manivela de resgate manual o elevador fica proibido de funcionar, evitando acidentes.

21.  Motor adaptado para regime de funcionamento contínuo com alto torque de partida. Motor otimizado para funcionamento a plena carga utilizando apenas 1 (um) HP de potência nominal. Significa menos energia e menos vibração.

22.  Funcionamento silencioso. As guias de nylon e os rodízios também de nylon fazem com que o elevador funcione de forma relativamente silenciosa.

23.  Acesso fácil à casa de máquinas pela simples retirada de uma tampa de fibra de vidro ou chapa de aço.

24.  Engrenagens protegidas contra contatos acidentais por tampa de acrílico.

25.  Chave de segurança que retirada,  proíbe o funcionamento do elevador.

26.  Funcionamento em 220/380V trifásico, 220V bifásico (ou monofásico) , 127V monofásico e 12V CC por bateria, sendo que a fabricação normal é 220/380V trifásicos.

 

 

 veja tudo sobre a DWA nos links abaixo:

elevadores, montacargas, plataformas para deficientes físicos.

Para consultar sobre elevadores, responda o nosso QUESTIONÁRIO

 

DWA elevadores especiais

 

Contato por email

Texto sobre os elevadores DWA

Para fazer o download do Adobe Acrobat Reader clique aqui

VEJA NO LINK LOGO ACIMA UM TEXTO BEM ESCLARECEDOR SOBRE NOSSOS ELEVADORES

Veja um vídeo mostrando o funcionamento do nosso elevador

Clique aqui para ver depoimentos de nossos clientes.

ACESSIBILIDADE

 Quer ver a norma NBR9050 REVISADA ?

 

CADA FIGURA LEVA A UM LINK PRÓPRIO ONDE VOCÊ PODERÁ VER DETALHES DO PRODUTO FABRICADO PELA DWA