Plataformas DWA

MODELOS PL4 e PL6

 

 

 

 

 

 

MUITA ATENÇÃO:

As plataformas e medidas dos espaços da caixa de corrida descritas nesta página são apropriados para utilização  normalmente em residências unifamiliares e os equipamentos das fotografias não estão homologados para uso com cadeiras de rodas porque a área da cabine não está dentro do que exige a norma  NBR 15.655-1.

Todos estes projetos fotografados nesta página foram executados pela DWA antes do advento da nova regulamentação da ABNT  e que regulou as medidas mínimas para as plataformas utilizadas para pessoas com necessidades especiais.

 Portanto, antes de fazer o seu projeto, consulte a DWA para passarmos os desenhos dos espaços que atendem plenamente às novas normas. 

 

image003

 

Podemos fazer a plataforma externamente ou internamente. Em caso de ser instalada externamente, uma proteção contra chuva deve ser providenciada. Aqui está o exemplo de uma plataforma externa com estrutura metálica revestida de vidros em perfis de alumínio anodizados.

 

 

INSTALAÇÃO PADRÃO DWA

LEMBRE-SE QUE ESTE ESPAÇO NÃO ATENDE À NOVA LEGISLAÇÃO .

EM CASO DE NECESSITAR DE PLATAFORMAS DENTRO DA NBR 15.655-1, CONSULTE A DWA.

Área que deve ser reservada para a entrada da plataforma elevatória

Para instalação do modelo standard de nossos elevadores residenciais que medem  120cm x 90cm, precisamos de um espaço de 1,30m x 1,30m. Veja foto de um elevador nesta posição logo abaixo.

image006

 

Não havendo disponibilidade deste espaço, entendimentos preliminares são necessários para adequarmos um projeto modificado da plataforma ao espaço disponível. Muitas variações são possíveis. Entre em contato conosco.

O vão de porta deve ser deixado com 1.075m de largura x 2,15m de altura. No lado da coluna tem que haver uma sobra de coluna de 14,6cm. Veja desenho acima.

image041

Porta inferior num elevador modelo standard PL4 conforme esquema do rebaixo acima

Para elevadores cuja plataforma mede 140x110cm  a caixa de corrida tem que ter as medidas de 150cm x 150cm e o vão da porta 128cm de largura x 215cm de altura.

 

 

Utilizações mais comuns

 

Normalmente usados em construções de 2(dois) andares, tanto em residências quanto em locais públicos, como bancos, clínicas médicas, hospitais, casas de diversões etc. Atende à atual legislação que privilegia deficientes físicos, dando condições de acesso aos lugares públicos que de outro modo ficaria difícil e dispendioso por serem necessárias rampas de acesso por cadeira de rodas.

 

Escolas, cinemas que funcionem no segundo piso também são beneficiados com esse projeto.

 

Transporta com segurança tanto a pessoa quanto a cadeira de rodas,   evitando o transtorno das escadas.  O modelo standard comporta 1 pessoa e sua cadeira de rodas e o ajudante. Pode transportar também 3 pessoas, sem cadeira de rodas.

 

Pode ser fabricado em qualquer configuração necessária e em qualquer medida, adequando-se ao seu espaço disponível.

 

image009

 

Os nossos elevadores são de simples instalação, adaptáveis aos locais já habitados pois dispensam a construção de poço de elevador convencional, podendo também ser aplicados em área interna ou externa. 

 

Não necessitam de casa de máquinas pois a casa de máquinas já vem incorporada no seu próprio conjunto, na sua própria coluna.

 

São projetados para  2 paradas, em construção padronizada, podendo incluir mais paradas caso seja solicitado. O elevador é projetado dentro de padrões técnicos de segurança, com fino design compatível ao seu ambiente, pintura  de acabamento final na cor preta para coluna e cinza clara para cabine. A coluna é revestida com chapas de aço pintadas em tinta cinza clara ou em acrílico fume, podendo, sob consulta ser revestida também  em chapa de aço inox ou alumínio.

 

Seguranças

Tracionamento por correntes independentes. Não usamos cabos de aço para tracionar o elevador. O nosso equipamento é tracionado com correntes industriais com tensão de ruptura igual a 3.000kgf  por cada  corrente. São duas correntes independentes para tracionar o elevador.

 

Além das correntes, utilizamos contrapesos que equilibram a carga da cabine vazia. Estes contrapesos são suspensos por 4 cabos de aço, que funcionam independentes entre si e independentes das correntes de tração da carga.

 

Nosso projeto, pensando em segurança, utiliza 4 suspensões de carga independentes, 2 por cada corrente e mais 2 suspensões extras, independentes entre si e independentes das outras 4 suspensões normais. Isto quer dizer que a probabilidade de se partir uma suspensão é minimizada pois a carga é distribuiída por 6 apoios independentes, além da ajuda extra dos 4 cabos de aço.

 

Sistema motriz de tração por grupo moto-redutor com resgate manual incorporado. Isto que dizer que em caso de falta de energia o usuário pode ser resgatado, levado ao piso inferior por um ajudante que gire a manivela adaptada ao motor.

 

Utilizamos 2 colunas guia para compensar os desalinhamentos. Isto quer dizer que o elevador sobe e desce perfeitamente alinhado, não saindo de seu curso vertical.

 

Todos os seus rodízios utilizam rolamentos de esfera. Muito menos atrito e maior economia de energia.

 

Por nosso sistema de tração otimizado, garantimos que em funcionamento normal num apartamento o consumo de energia fica muito abaixo do consumo mensal de um chuveiro elétrico.

 

Botoeira de pressão constante. Isto além de estar dentro das normas técnicas contribui para eliminar riscos de acidentes pois o equipamento deixa de funcionar imediatamente quando se retira a pressão da botoeira.

 

Botões independentes de subir e descer tanto na cabine quanto nas portas dos pavimentos.

 

Botão de emergência na cabine para eventual necessidade ou imprevistos.

 

Fins de curso normais, automáticos em cada andar para paradas com tolerância mínima de 15mm (1,5cm). Tanto no andar superior quanto no andar inferior são utilizados fins de curso duplos, para prevenir acidentes. No caso de um defeito em um deles o outro substituirá o seu trabalho e desligará de qualquer maneira o elevador.

 

Fim curso limite superior e fim de curso limite inferior para emergências, caso falhe a atuação do fim de curso normal do piso superior ou fim de curso normal do piso inferior.

 

Resgate automático em caso de falta de energia. O nosso elevador pode ser vendido com um sistema opcional de resgate automático. Isto significa que além do resgate manual, um resgate automático entra em cena tão logo aconteça uma falta de energia elétrica. Em caso de falta de energia, este detalhe passará despercebido ao usuário pois ele será levado ao piso inferior ou ao piso superior sem que tome conhecimento da falta de energia.

 

Todos os comandos do elevador são feitos em corrente contínua de 12V. Isto significa que riscos de choque elétrico são minimizados porque pela coluna do elevador só temos baixas tensões,  (12V) que não causam nenhum mal ao usuário.

 

Tapetes anti-derrapantes, cancelinhas de acesso, balaústre para segurança pessoal fazem do elevador um equipamento muito confiável.

 

Opcionalmente desenvolvemos um sistema de partida suave e parada suave, minimizando o desconforto por acelerações bruscas.

 

Portas com fechamento automático por molas. A porta fica normalmente fechada.

 

Bloqueio contra abertura de portas. As portas dos andares dispõem de um bloqueio eletromecânico individual que mantém as portas fechadas em caso do elevador não estar estacionado no andar correspondente. Chegando o elevador ao andar a porta se abre, permitindo a entrada e a saída dos passageiros.

 

Bloqueio elétrico de abertura de porta independente por andar. Isto significa que ao chegar o elevador no pavimento, a porta será aberta e nesse momento cessa a possibilidade do elevador funcionar inadvertidamente. O elevador não funciona se a porta estiver aberta.

 

Em alguns modelos as nossas plataformas tem bloqueio de abertura de tampa da casa de máquinas. Isto significa que ao abrir a tampa da casa de máquinas para utilização da manivela de resgate manual o elevador fica proibido de funcionar, evitando acidentes.

 

Motor adaptado para regime de funcionamento contínuo com alto torque de partida. Motor otimizado para funcionamento a plena carga utilizando apenas 1 (um) HP de potência nominal. Significa menos energia e menos vibração.

 

Funcionamento silencioso. As guias de nylon e os rodízios também de nylon fazem com que o elevador funcione de forma bem silenciosa.

 

Acesso fácil à casa de máquinas pela simples retirada de uma tampa de fibra de vidro ou de chapa em alguns modelos.

 

Engrenagens protegidas contra contatos acidentais por tampa de acrílico e cobertura da casa de máquinas

 

Chave de segurança que retirada,  proíbe o funcionamento do elevador.

 

Funcionamento em 220/380V trifásico, e opcionalmente por  220V bifásico (ou monofásico) , 127V monofásico e 12V CC por bateria, sendo que a fabricação normal é 220/380V trifásicos.

 

 

     

image012

bb328otm

Antiga plataforma instalada no BANCO DO BRASIL S/A no Espírito Santo

image015

Plataforma do Banco Bradesco em Salvador-Ba

image017

Obra numa Universidade em Goiás

VANTAGENS:

Fazemos questão de ressaltar as seguintes vantagens dos nossos elevadores e das nossas plataformas:

 

1 – Havendo portas, estas são travadas por fechos eletromecânicos. Isto é importante para evitar que a porta permaneça aberta enquanto o elevador está se movimentando. Após a entrada do usuário,  a porta é fechada por meio do fecho eletromecânico e permanece fechada enquanto o elevador está se movimentando. Se alguma porta estiver aberta, existe um bloqueio que não permite que o elevador seja acionado. Quando o elevador chega ao seu destino, a porta do destino se destrava e fica liberada para a saída do passageiro.

 

image020

Elevador instalado na agência Bradesco no estado da Paraíba

Observe o rebaixo onde a cabine se aloja, para nivelar com o piso e permitir a entrada da cadeira de rodas.

altura de elevação, 80cm

image022

Uma elevação de 30cm apenas com um rebaixo de 15cm (abaixo do nível da calçada)

 

2 – Piso anti-derrapante, para evitar que o usuário escorregue dentro do elevador.

3 – Dupla corrente de elevação, sendo uma independente da outra. Numa hipótese remotíssima de se partir uma das correntes  (que já são superdimensionadas), o elevador não cai pois a outra corrente, que funciona independente da primeira, segura todo o conjunto.

4 – Funcionamento manual em caso de falta de energia.

Nosso elevador permite que o passageiro seja resgatado levantando-se o elevador manualmente, por meio de uma manivela, caso haja falta de energia ou ocorra algum defeito elétrico (muito difícil de ocorrer), e nesse caso, o usuário será levado ao seu destino, mesmo sem energia.

5 – Funcionamento silencioso.

Nosso elevador, por trabalhar com buchas de nylon, é super silencioso. O nível de ruído é baixíssimo, não incomodando pessoas que estejam nas proximidades. Isto é importante para hospitais que necessitam de um ambiente silencioso.

6 – Vários pontos de comando facilitam a operação do elevador. O elevador pode ser chamado do primeiro piso, do segundo ou do próprio elevador, desde que as portas estejam fechadas e que seja instalado o sistema de chamada por controle remoto ou por joystick..

7 – Barreira de segurança protetora. Nossos elevadores têm uma barreira de segurança, protegendo o usuário contra quedas. Esta barreira funciona como um apoio extra para o usuário. Ao entrar no elevador o usuário é obrigado a fechar tanto a porta quanto a barreira protetora. Caso uma delas fique aberta, o elevador não partirá.

8 –Alguns modelos saem de fábrica  com comando de elevação opcional tipo joystick, ou seja, aquela alavanca de controle muito usada em video-games. O operador, para subir, precisa permanecer pressionando o joystick de tal forma que ao ser liberado o joystick, o elevador pára imediatamente. E este sistema é opcional. Podemos construir o elevador com sistema normal de botoeira.

9 – Facilidade de retirada das tampas protetoras para inspeção e revisão mecânica. O motor é facilmente acessado pela retirada de uma tampa de proteção fabricada em fiber-glass, chapa de aço ou alumínio.

A tampa por ser leve, não causa desconforto ao ser retirada. Saindo esta tampa, todo o sistema mecânico do elevador pode ser acessado e o elevador pode ser inspecionado ou mesmo feita alguma manutenção periódica.

 10 -  O peso da cabine  do elevador é compensado por um sistema de contrapesos que correm dentro da coluna de tração. Isto significa mais vida útil para seu equipamento pois sendo o peso próprio da caçamba compensado pelo contra-peso, o motor só tem que fazer o esforço de levantar a carga, isto é, as pessoas que estão sendo transportadas.

11 – Peças de reposição em estoque na fábrica.

Todas as peças componentes do elevador são feitas em grande quantidade e postas à disposição do cliente, para eventual necessidade.

12- Grupo com mais de 30 anos de experiência tanto na fabricação quanto na montagem das máquinas, com conceito técnico e comercial irretocável.

13 – Garantia de 12 meses, a partir da instalação, incondicional. Isto  quer dizer que qualquer que seja o problema apresentado, a empresa se responsabiliza por atender ao cliente sem nenhum ônus para ele, ressalvados os casos que eximem o fabricante de responsabilidade. Para essa garantia ter efeito é imprescindível que a obra tenha um contrato de conservação com a DWA ou com uma de suas credenciadas em todo o país.

 

 

image024

 elevador externo, protegido contra o tempo por meio de cabine metálica envidraçada.

 

image012

Plataforma para 4 paradas

image027

 

 

 

image029

Coluna de uma plataforma PL4 – Observe os cabos de aço de sustentação do contrapeso. Notar que eles não são responsáveis pelo transporte da carga. Só seguram o contrapeso.

 

 

image030

 

 

image032

 

 

image035

 

 

image036

 

 

image039

Exemplo de platafora externa. Entrada por um lado e saída pelo outro.

Ainda não instaladas as portas e nem o enclausuramento.

image041

Elevador de uma residência de 2 pavimentos. Saída da sala no piso inferior e...

 

image042

Chegada na suite, no piso superior.

image045

Vista de baixo para cima da coluna do elevador. Notar as grossas correntes industriais que suportam a carga

image047

 

Vista da cabine estacionada no piso inferior a partir da porta inferior aberta.

image048

Acabamento mais adequado para transporte também de cargas como carrinhos de supermercado que poderiam ofender as guardas de chapas pintadas

 

image050

A DWA embutiu a coluna na parede por falta de espaço.

image053

Note a coluna embutida na parede porque não havia espaço para instalar a plataforma

image054

Outra visão dessa solução

image057

Uma PL4 num grande Shopping do Paraná

image059

A cabine subindo

image060

Coluna da PL4

image063

Vista de baixo para cima

image065

Chegada no piso inferior

image066

Plataforma PL6 – Opção anterior ao advento das novas normas que definiram cargas maiores e cabines também maiores e  mais protegidas.

 

fio 017-otm

Plataforma PL6 – Instalada no Rio de Janeiro- 3,20m elevação. Foto tirada ante do enclausuramento que fechou todo o entorno da plataforma evitando acidentes no vão que ficou livre.

 

 

image071

 

Plataforma PL6 – Solução elegante e clean (note que ficou quase totalmente auto-portante porque os apoios são bem discretos no fundo da coluna.

 

image073

 

 

 

DSC04765

 

 

DSC04739-otm-15kb

 

 

 

ppinto 031

Vista da cabine com as botoeiras de pressão constante

Novo sistema de comando por botoeiras de subir e descer a pressão constante e botoeira de emergência

 

pl6-mezzanino-3,20m-pan202

PL6-MEZZANINO para elevação de 3,20m de desnível antes do enclausuramento.

 

DSC05160-2

 

 

Plataforma PL6 – Ideal para pequenas elevações – Aqui com 1,00m de elevação

Solução antes do advento das novas normas.

 

 

DSC05173

Plataforma PL6 – instalada no Rio de Janeiro

Veja mais sobre esta plataforma clicando aqui

 

fio 003-otm

 

 

Coluna da plataforma PL6 com elevação 3,20m antes do enclausuramento.

 

 

fio 012-otm

Mesma plataforma PL6-mezzanino vista do piso superior

 

 

image074

 

Lembre-se que as medidas dos desenhos são para situações de plataformas residenciais, que NÃO ATENDEM ÀS NORMAS VIGENTES.

ANTES DE EXECUTAR A SUA OBRA, ENTRE EM CONTATO COM A DWA PARA SABER DAS MEDIDAS ESPECÍFICAS PARA O SEU PROJETO.

 

Posições possíveis para instalação da plataforma elevatória

image006

REBAIXO PARA PLATAFORMA MEDINDO 120X90

furo na laje e rebaixo com 1,30m x 1,30m x 0,15m

 

Lembre-se que as medidas dos desenhos são para situações de plataformas residenciais, que NÃO ATENDEM ÀS NORMAS VIGENTES.

ANTES DE EXECUTAR A SUA OBRA, ENTRE EM CONTATO COM A DWA PARA SABER DAS MEDIDAS ESPECÍFICAS PARA O SEU PROJETO.

 

 

Seguranças na nossa plataforma PL4

1.      Tracionamento por correntes independentes. Não usamos cabos de aço para tracionar o elevador. O nosso equipamento é tracionado com correntes industriais com tensão de ruptura igual a 3.000kgf  por cada  corrente. São duas correntes independentes para tracionar o elevador.

2.      Além das correntes, utilizamos contrapesos que equilibram parte da carga total. Estes contrapesos são suspensos por 4 cabos de aço, que funcionam independentes entre si e independentes das correntes de tração da carga. Para terem uma idéia da segurança, imaginando que ambas as correntes se partam, deixando então cair a cabine, uma queda de 10m de altura corresponde a uma queda de 1,5m de altura, já que é atenuada pelos contrapesos.

3.      Nosso projeto, pensando em segurança, utiliza 4 suspensões de carga independentes, 2 por cada corrente e mais 2 suspensões extras, independentes entre si e independentes das outras 4 suspensões normais. Isto quer dizer que a probabilidade de se partir uma suspensão é minimizada pois a carga é distribuiída por 6 apoios independentes, além da ajuda extra dos 4 cabos de aço.

4.      Sistema motriz de tração por grupo moto-redutor com resgate manual incorporado. Isto que dizer que em caso de falta de energia o usuário pode ser resgatado, levado ao piso inferior por um ajudante que gire a manivela adaptada ao motor.

5.      Utilizamos 2 colunas guia para compensar os desalinhamentos. Isto quer dizer que o elevador sobe e desce perfeitamente alinhado, não saindo de seu curso vertical.

6.      Todos os seus rodízios utilizam rolamentos de esfera. Muito menos atrito e maior economia de energia.

7.      Por nosso sistema de tração otimizado, garantimos que em funcionamento normal num apartamento o consumo de energia fica muito abaixo do consumo mensal de um chuveiro elétrico.

8.      Botoeira de pressão constante. Isto além de estar dentro das normas técnicas contribui para eliminar riscos de acidentes pois o equipamento deixa de funcionar imediatamente quando se retira a pressão da botoeira.

9.      Botões independentes de subir e descer tanto na cabine quanto nas portas dos pavimentos.

10.  Botão de emergência na cabine para eventual necessidade ou imprevistos.

11.  Fins de curso normais, automáticos em cada andar para paradas com tolerância mínima de 15mm (1,5cm). Tanto no andar superior quanto no andar inferior são utilizados fins de curso duplos, para prevenir acidentes. No caso de um defeito em um deles o outro substituirá o seu trabalho e desligará de qualquer maneira o elevador.

12.  Fim curso limite superior e fim de curso limite inferior para emergências, caso falhe a atuação do fim de curso normal do piso superior ou fim de curso normal do piso inferior.

13.  Resgate automático em caso de falta de energia. O nosso elevador PODE SER VENDIDO COM UM SISTEMA DE NOBREAK  opcional de resgate automático. Isto significa que além do resgate manual, um resgate automático entra em cena tão logo aconteça uma falta de energia elétrica. Em caso de falta de energia, este detalhe passará despercebido ao usuário pois ele será levado ao piso inferior ou ao piso superior sem que tome conhecimento da falta de energia.

14.  Todos os comandos do elevador são feitos em corrente contínua de 12V. Isto significa que riscos de choque elétrico são minimizados porque pela coluna do elevador só temos baixas tensões,  (12V) que não causam nenhum mal ao usuário.

15.  Tapetes anti-derrapantes, cancelinhas de acesso, balaústre para segurança pessoal fazem do elevador um equipamento muito confiável.

16.  Opcionalmente desenvolvemos um sistema de partida suave e parada suave, minimizando o desconforto por acelerações bruscas.

17.  Portas com fechamento automático por molas. A porta fica normalmente fechada.

18.  Bloqueio contra abertura de portas. As portas dos andares dispõem de um bloqueio eletromecânico individual que mantém as portas fechadas em caso do elevador não estar estacionado no andar correspondente. Chegando o elevador ao andar a porta se abre, permitindo a entrada e a saída dos passageiros.

19.  Bloqueio elétrico de abertura de porta independente por andar. Isto significa que ao chegar o elevador no pavimento, a porta será aberta e nesse momento cessa a possibilidade do elevador funcionar inadvertidamente. O elevador não funciona se a porta estiver aberta.

20.  Em alguns modelos há bloqueio de abertura de tampa da casa de máquinas. Isto significa que ao abrir a tampa da casa de máquinas para utilização da manivela de resgate manual o elevador fica proibido de funcionar, evitando acidentes.

21.  Motor adaptado para regime de funcionamento contínuo com alto torque de partida. Motor otimizado para funcionamento a plena carga utilizando apenas 1,5 (um) HP de potência nominal. Significa menos energia e menos vibração.

22.  Funcionamento silencioso. As guias de nylon e os rodízios também de nylon fazem com que o elevador funcione de forma relativamente silenciosa.

23.  Acesso fácil à casa de máquinas pela simples retirada de uma tampa de fibra de vidro ou chapa de aço.

24.  Engrenagens protegidas contra contatos acidentais por tampa de acrílico.

25.  Chave de segurança que retirada,  proíbe o funcionamento do elevador.

26.  Funcionamento em 220/380V trifásico, podendo ser também sob consulta em 220V bifásico (ou monofásico) , 127V monofásico e 12V CC por bateria, sendo que a fabricação normal é 220/380V trifásicos. Para sistemas monofásicos esse adicional deve ser orçado a parte.

 

 

 

 

 

 

 

Voltar ao início (home)